O futuro da Igreja

Posted: sábado, 18 de dezembro de 2010 by Jean in Marcadores:
1



Se nós queremos fazer história temos que, primeiro, perceber que esta história é a história Dele.
O único jeito de mudar a história propriamente é parando de tentar definir nossas próprias vidas e tomando o nosso lugar dentro da história Dele.
Ele tem tudo mapeado. Esse é o mundo Dele.

Essa história é Dele.

E o que Ele está fazendo é muito maior do que qualquer um de nós pode ver ou imaginar.


Isso ajuda de vez em quando... Dar um passo para trás para ter uma visão mais ampla.
Não podemos fazer tudo, e há um sentimento de libertação quando percebemos isso.
Pode ser que nunca vejamos o resultado final, mas esta é a diferença entre o trabalhador e o mestre de obra.

Nós somos trabalhadores e não mestres de obra.
Nós somos ministros e não Messias.
Nós somos profetas de um futuro que não nos pertence.

Deus, o Senhor tem a minha vida em suas mãos... Me encaixe Pai em meu lugar dentro da Sua história e me conceda a honra de ser uma ferramenta útil em Suas mãos para que possamos juntos contar a Sua história ao mundo todo...

Eu minto, eu grito e me engano ao pensar que ainda tenho escolhas...

Posted: segunda-feira, 23 de agosto de 2010 by Jean in Marcadores:
5


Estamos tão longe de tudo e de todos... Pena que estamos em lados opostos de uma mesma história.
Se acreditar foi o maior de meus enganos, eu então brinco de Deus por acreditar que eu ainda tenho uma escolha.

Eu canto, escrevo e falo de amor como se eu pudesse te-la ao meu lado novamente...Como se eu pudesse sentir novamente esse sentimento tirano ardendo em meu peito...Como se eu pudesse novamente ouvir sua voz tentando me explicar todas as coisas que eu não consigo compreender...

Mesmo assim eu não consigo desistir. A vaga lembrança que guardo de seu rosto ainda é o sol que guia minhas decisões.  

E então eu grito alto e clamo a plenos pulmões pelo teu nome de uma forma absurda, tentando exprimir de mim mesmo os sentimentos que são inexplicáveis.

Cada dia mais eu minto, minto e minto pra mim mesmo sobre o dia que estarei novamente contigo. Minto descaradamente a mim mesmo sobre a possibilidade de um dia desses você ler um dos meus post's ou recordar meu telefone. Minto a mim mesmo de uma forma patética quando me peço para agir como se eu tivesse uma escolha... Seguir em frente...

Querida...Dói tanto ficar sem tí... é dificil não sentir medo ao saber que o que passou jamais voltará...

[...]

C.S.Lewis Song - Brooke Fraser

Posted: sábado, 17 de julho de 2010 by Jean in Marcadores:
1

Stay Or Leave

Posted: terça-feira, 13 de julho de 2010 by Jean in Marcadores:
1


Você virou meu mundo de cabeça para baixo. Aliás, por você eu até perdi a cabeça não é?

E o que faremos agora?

Fingirei que nada aconteceu e lhe tratarei como a uma amiga ou darei ouvidos ao meu coração que sente por você uma estima tão grande que fica quase impossível não sentir uma vontade incontrolável de te roubar pra mim?

E mesmo que eu quisesse, você fugiria comigo?

Você estaria disposta a abandonar seu passado e seus medos pra tentar viver um amor de verdade?

...

Não quero saber de mentiras ou de desculpas. Não quero correr atrás de moinhos de vento ou lutar em vão por você.

Fique comigo ou vá embora logo... Você escolhe garota!

Amazing Grace - Petra

Posted: quarta-feira, 9 de junho de 2010 by Jean in Marcadores: ,
1

*Para quem está em Curitiba!!!

Show do Petra no dia 14/08/2010 ás 19 hrs no Curitiba Master Hall... Imperdível!
O link para mais informações e ingressos é esse:disk ingressos

Eu estarei lá nesse que provavelmente será o último show dessa maravilhosa banda em solo nacional.

Abraços!!! 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Minha oração de hoje - 07/06/2010 - Ainda há tempo...

Posted: segunda-feira, 7 de junho de 2010 by Jean in Marcadores: ,
3

Eu fazia planos para mudar o mundo, mas era o mundo que lentamente me mudava. Eu tinha sonhos de revolucionar a minha geração, mas essa revolução nunca aconteceu. Eu sempre pensei que era diferente, mas acabei agindo e fazendo o que todo mundo faz.


Quem roubou minha coragem? Quem jogou pedras em meu caminho? Quem esfriou o fogo que ardia em meu coração?

Não possuo resposta pra todas essas perguntas, mas "Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.". (Filipenses 1:6)

"Deus, que possamos viver a tua vontade e que possamos escrever a Tua história nessa geração. Que o Senhor nos use como instrumentos de seu amor que o Senhor encontre em mim sempre um coração limpo e disposto a te servir..."

Aquele que começou a boa obra em minha vida ainda não terminou... 



Morrer para viver :: Por Junior Monteiro

Posted: sexta-feira, 23 de abril de 2010 by Jean in Marcadores:
0



Uma simples pergunta antes de continuar:
Você está vivendo para morrer…  ou morrendo para viver?

Vejo muitos decidirem viver para morrer, mas como funciona isso? Dentre outras coisas, é decidir viver para sí mesmo, de forma egoísta, para satisfazer a sí mesmo, buscando tudo e todos que possam satisfazer os seus desejos, vivendo uma vida desenfreada, machucando a sí mesmo e quem quer que esteja no caminho, vivendo em direção à morte, fora da vontade de Deus, tentando ‘aproveitar’ tudo o que puder viver aqui, nesse lugar e nessa vida,  como se a vida acabasse por aqui… como se não houvesse nada mais para se viver…

Em contrapartida conheço outras pessoas que estão morrendo para viver¹; pessoas que servem voluntariamente, sem intenção de receber alguma coisa em troca,  doam suas vidas em amor, para ajudar o próximo, seja perdoando, ou trazendo um sorriso, ou ao abraçar, em ouvir… ou ao  se alegrar com os que se alegram, chorar com os que choram…  fazendo a vontade de Deus, seguindo os ensinos de Jesus Cristo.

Expressar o amor de Jesus ao próximo, onde quer que  esteja, em qualquer coisa que se faça…  como alguém já disse por aí: “o amor é importante, $%&#! “
Podemos escolher…  viver o aqui e agora, tentando nos satisfazer com o que não é eterno, vivendo uma vida curta (como nos dvd’s que podemos comprar ou alugar  por aí… antes do filme começar, tem algum trailer e só depois do trailer é que começa o filme* ),  viver para morrer é como viver apenas o trailer do filme, esquecendo-se que o filme ainda nem começou…   ou podemos decidir o contrário, decidir morrer aqui e agora, deixando que Cristo viva em nós, satisfazendo as nossas almas, nos preenchendo por completo, para vivermos o trailer aqui e agora, porém, sabendo que ainda tem  mais pela frente, que o aqui e agora, sao apenas o começo²…

Que o Reino de Deus seja estabelecido,  a começar dentro de nossos corações³, mesmo que para isso tenhamos que morrer para viver.(4)
Viver para morrer, ou morrer para viver(5), a escolha é sua.


-Junior Monteiro

¹Romanos 6:3-10    Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte?  Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição,  sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos; porquanto quem morreu está justificado do pecado.  Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos,  sabedores de que, havendo Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte já não tem domínio sobre ele.
Pois, quanto a ter morrido, de uma vez para sempre morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus.
²Filipenses 1:21          Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.
³Lucas 17: 20-21      [...] Não vem o Reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está! Porque o Reino de Deus está dentro de vós.
(4) João 12:4               Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.
(5) João 12:25            Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna.

Maybe Tomorrow...

Posted: quinta-feira, 22 de abril de 2010 by Jean in Marcadores:
1


Se fecho os meus olhos, a distância entre nós parece não existir e quando adormeço, é quanto eu posso finalmente te tocar...

...

Ainda não entendo como eu posso sonhar e amar alguém que nunca ví e não conheço. Não entendo quão forte laço do destino que amarrou meu coração ao seu.

Loucura? Carência? Ou somente mais loucura?

Não sei...

As horas que perco olhando as estrelas e a Lua não são nada comparada as horas que perco sonhando acordado com você. 

A cada amanhecer eu renovo as esperanças em te encontrar e conseguir finalmente te dizer todas as juras e poesias que eu tão fiélmente guardei em meu coração durante minha caminhada em busca de tí... 

E quem sabe amanhã, quando o dia amanhecer e o Sol voltar a brilhar, o meu coração encontre o caminho para um amor de verdade...

Minha oração de hoje...14/04/2010

Posted: quarta-feira, 14 de abril de 2010 by Jean in Marcadores:
0


Já parou pra pensar em quanto tempo desperdiçamos com coisas que não são importantes? Particularmente eu sou o "campeão" em fazer isso.
Cansei de perder horas em frente a TV ou navegando sem rumo pela Net. Perdi muito tempo ouvindo músicas vazias e até mesmo debruçado em meu contra-baixo enquanto tocava alguma musica do Foo Fighters. Outras vezes eu coloco um dvd do South Park e fico dando risada das situações mais improváveis que eu poderia encontrar. E outras eu fico horas no telefone conversando a respeito de tudo e nada...

Não estou querendo dizer que essas coisas não são boas ou válidas. Todos nós precisamos de momentos de descontração e tempos de simplesmente "não se fazer nada". Tudo isso é perfeitamente normal e saudável.

Porém quando todo o meu tempo ocioso entre faculdade, emprego e família se resume a isso, não fazer nada, eu devo adimitir que algo está errado com minha vida.

E são nesses momentos em que eu paro e penso no que minha vida cristã está se tornando. Eu conheço a verdade de Jesus e sei o quanto Deus é real.
Mas de que me vale isso se eu não consigo encontrar tempo para contar aos outros sobre o Deus de amor que eu conheci? De que adianta Deus me mostrar o caminho se eu estou ocupado demais fazendo nada para seguir por ele?
Eu paro e me pergunto até quando eu continuarei com minha bunda no sofá enquanto existem tantas coisas mais importantes a serem feitas por mim mesmo, pelo mundo e pelo meu próximo.

Me lembro de uma passagem em Eclasiastes 3:1 onde diz assim: 
1 Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.

Talvez tenha chegado a hora de deixar de perder tempo com fútilidades e dedicar o meu tempo a uma causa maior...

"Deus, peço que o Senhor me ajude a encontrar tempo para me dedicar a Sua causa. Peço pra que o Senhor tire de mim essa preguiça que me invade durante os finais de semana e peço que o Senhor me faça enxergar as oportunidades diárias que eu perco pelo simples vício de não fazer nada e além disso, peço que o Senhor me ensine como usar o meu tempo de forma sábia e organizada afim de que eu possa dedicar a minha vida e minhas horas a ... Amém"

Você já pensou em Deus hoje?

Posted: by Jean in Marcadores:
0

Uma história: Isabela

Posted: quarta-feira, 7 de abril de 2010 by Jean in
0


Isabela se levantou bem cedo e decidiu que a partir de hoje não iria mais amar. Sua decisão era baseada em tentativas e em fracassos, e também era impulsionada tão somente com pela vontade em ser livre.
Livre pra poder sair pela rua sem se preocupar em encontrar o cara certo e livre pra se vestir de maneira a não chamar a atenção de ninguém. Sentir novamente aquela liberdade infantil em se tomar um sorvete sem se preocupar com as calorias ou se isso lambuzaria seu rosto de chocolate. Conseguir conversar novamente com rapazes sem aquele pensamento de que talvez aquele fosse o cara certo...
(...)

Ela até penteou seu cabelo castanho de um jeito diferente e decidiu que a partir de hoje não usaria mais salto e resgataria novamente o seu bom e velho All Star.

E assim ela saiu de casa, ás 08:40 da manhã de uma quarta feira fria de Curitiba vestindo um jean's básico, uma blusa preta de lã e seu All Star azul.
-

Enquanto aguardava o ônibus que a levaria para o trabalho, ela pensava no quanto estava feliz por finalmente ter decidido algo em sua vida.  Finalmente sua vida tomaria um rumo e o seu coração encontraria sossego. Ela não precisaria mais amar e nunca mais precisaria passar pelo "embaraço" do amor...
(...)

Amores? Quem precisa deles... Talvez Schopenhauer esteja certo em dizer que a única pessoa realmente feliz é a que não ama.
Amar? Agora não! Ela tinha que terminar sua faculdade, conseguir um bom emprego e ainda por cima contribuir ativamente com o orfanato do seu bairro.
Amar? Pra que? Somente pra se machucar e sofrer de ciúmes o tempo todo?
Não... Ela não precisava disso. Alías, ele já havia sofrido muito disso na vida...
(...)

Certa vez ela se apaixonara por um rapaz que conheceu na faculdade. Ele sairam algumas vezes, tomaram umas cervejas e uma química legal rolou entre eles. Iludiu-se.
Sexo, risos, beijos e afagos. Tudo parecia bem. Tudo estava bem. Ao menos na superfície... Um amor de corpo mas não de alma, infelizmente.
O que ela pensava ser amor, ele encarava apenas como tesão. O que ela queria que fosse pra sempre, ele apenas esperava pela próxima transa.
A cada dia que os dois passavam juntos, menos dias restavam pro trágico fim...
(...)

Com o passar dos dias o tesão dele acabou, mas o amor ingênuo dela permaneceu.
Uma voz fria do outro lado da linha sinalizava o fim da relação. Simples assim.
Sem saber o que dizer, Isabela somente desligou o telefone e torceu pra conseguir acordar daquele pesadelo...
(...)

Esse amor ingênuo já havia maltratado demais o coração dela. Essa dependência de um outro alguém já havia atormentado sua alma por tempo demais... Por tempo demais...
(...)
-

Mas agora tudo era diferente, somente rosas lhe aguardavam pelo caminho.
Ao menos hoje, Isabela não iria amar ninguém. Ela seria livre pra ser e fazer o que quisesse...
Ao menos hoje ela saberia o que era conseguir respirar sem sentir aquela dorzinha no fundo do peito...
Só por hoje...

Minha oração de hoje...25/03/2010

Posted: quinta-feira, 25 de março de 2010 by Jean in Marcadores:
1


Quantos aqui já sentiram aquele nó na garganta ,aquele aperto no peito e a sensação de que algo está errado?
Quem aqui já parou pra pensar e percebeu que a sua vida está simplismente em um rumo errado e que deve existir algo muito maior ao que se viver do que correr atrás de dinheiro, mulher e um diploma.

 Pois é meus amigos, hoje eu estou em um desses dias. Desde cedo acordei com a sensação de que estou disperdiçando minha vida com coisas fúteis e que eu deveria viver pra um propósito muito maior.
Minha vida deveria inspirar outras vidas, minhas atitudes deveriam ajudar e levantar ao outras pessoas e minhas palavras deveriam sempre edificá-las.

Mas infelizmente a teoria sempre é mais fácil que a prática. As vezes me sinto como o apostolo Paulo quando ele escreveu na carta de Romanos 7:15 :

"15 Pois o que faço, não o entendo; porque o que quero, isso não pratico; mas o que aborreço, isso faço." 

Em outras palavras, aquilo que eu sei que é o certo, eu acabo não fazendo, e o que eu sei que é errado é justamente o que eu acabo fazendo... 

Eu fico pensando em até quando eu seguirei nessa inconstância. Fico divagando em até quando eu continuarei a agir de forma egoísta e quando eu começarei a agir de forma altruísta...

"Deus... minha oração hoje é para que eu possa ser um pouco menos hipócrita e que eu comece a dar valor as coisas realmente importantes em minha vida... E para que acima de tudo eu possa viver a minha vida com um propósito e dedicar minha vida a uma causa maior do que satisfazer meus próprios interesses... Amém... "

It's times like these you learn to love again...

Posted: quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 by Jean in Marcadores:
3

E só de pensar em você meu coração já começa a bater mais forte...

Você pode me explicar essa influência que você exerce sobre o meu coração? Basta ouvir tua voz, falar com você e logo vem aquela vontade de jogar tudo pro alto e fugir contigo pra um lugar distante de tudo e de todos.

Talvez seja só amizade, ou talvez seja algo a mais. Talvez eu seja destinado a ter você como a meu eterno amor platônico, ou quem sabe eu esteja apenas iludido e distraído pelo destino. Maldito destino!

Você tem mesmo que gostar das mesmas músicas que eu? Tem mesmo que usar aquele all-star que eu tanto adoro?
Será que você não pode dar um tempo pro meu coração apenas sendo sincera comigo e me falando o que você realmente sente?

Horas você me dá a impressão de que também gosta de mim e que eu sou o cara perfeito pra você. Horas você me dá a impressão de que eu sou apenas mais um na sua lista de escolhas.
As vezes penso que você é perfeita e que você é tudo o que eu procurava.
E as vezes a realidade que você me mostra é tão frustrante que eu procuro em vão motivos pra gostar de você.

Adoraria saber o que se passa em sua cabeça.  Adoraria saber o que tem dentro do seu coração. E adoraria que você perdesse a pose de menina má comigo, sendo dócil, frágil, e delicada como só eu sei que você pode ser.

Sei que no fundo você pensa que tudo não passa de conversa, apenas papo de garoto. Mas como já lhe disse uma vez, palavras são faceis de serem ditas, mas o passar do tempo é que torna todas as palavras verdadeiras ou falsas. 

E com o passar do tempo eu saberei se você é só uma ilusão, ou se você é aquela que roubará meu coração da realidade...

Eu escolho continuar a gostar de você ok?

Contrariando as estatísticas...

Posted: domingo, 24 de janeiro de 2010 by Jean in Marcadores:
3



Quando me perco eu me encontro pensando em você. Fico imaginando os fatos e histórias dos nossos dias que nunca aconteceram e as vezes sinto uma vontade incontrolável de conversar com o meu gato sobre como a sua presença me faz bem.

Presença real? Não...
Presença de alma? Talvez...

Creio que um pouco de você vive dentro de mim, ou talvez seja o meu coração que agora vive por você. Ainda não sei bem ao certo o que é. Só o que sei é que sinto uma saudades incontrolável de você.

Bah....  Deve ser loucura minha!

Muitos dizem que eu estou enlouquecendo por gostar de alguém que talvez nem mesmo conheça. Porém eu digo que loucura é imaginar que tenho sob meu controle todas as vontades do meu coração. Isso é engano.

E engano maior é desacreditar do amor e deixar de dar créditos a ele por colocar nossas vidas em movimento.

Eu não consigo mais imaginar o meu mundo sem o amor e já não faz sentido dançar se meus passos não forem guiados por ele.

E se sentir um amor sincero e inocente é contrariar as estatísticas, então podem me considerarm a maior das exceções.

Por falar nelas, lí uma vez no jornal que os homens apaixonados vivem menos. Isso pode até ser verdade.
Mas falando francamente, de que vale viver mil anos sem nunca ter morrido de amor?

Enlouquecer?

Posted: segunda-feira, 18 de janeiro de 2010 by Jean in Marcadores:
2



Você é real ou é apenas outra das minhas miragens?  Meus sonhos se tornaram realidade ou mais uma vez eu estou sonhando?
Porque carrego comigo a esperança de te encontrar em cada esquina que passo e porque ainda sinto o seu perfume com o vento?

...

Não consigo mais definir o que é real ou não... Acho que estou enlouquecendo!

...

Aquele beijo foi real? As juras e promessas de amor eterno realmente aconteceram? E elas serão eternas mesmo ou o eterno sempre acaba?

Devo apenas me conformar com o que tenho nas mãos e desistir de sonhar com aquela que se tornou a razão do meu respirar? E vale a pena continuar respirando se eu não te encontrar?
...

Perco a cada dia que passa um pouco mais da minha razão e cada dia que passo sem você eu perco um pouco mais de minha sanidade!
...

Isabela,

Queria escrever nossa história como as de contos de fadas, mas a falta que você me faz está se tonando o meu pior pesadelo...

Um pensamento para o ano novo...

Posted: segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 by Jean in Marcadores:
0





"Se encontro em mim mesmo desejos que nada neste mundo pode satisfazer... A única conclusão que eu chego é a de que eu não fui feito para ele..."
    (C.S. Lewis)

Liberdade de Expressão

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Importante!!!

Todos os links e arquivos que se encontram no site, estão hospedados na própria Internet, somente indicamos onde se encontra. Qualquer arquivo protegido por algum tipo de lei deve permanecer, no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou compra-lo após 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário. - Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site, não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que irá utilizá-los. - O usuário que utilizar o site, tem total conhecimento, e aceita os termos referidos acima.